Blog Madá

pilates idosos

Como o pilates pode contribuir para a autonomia funcional dos idosos

Estudos comprovam que, através do pilates, a capacidade funcional dos idosos tem melhoras significativas, promovendo qualidade de vida e consequente longevidade.

O envelhecimento é caracterizado por um processo gradativo, cumulativo, individual e inevitável. Isso não quer dizer que todo esse processo precisa ser visto como algo negativo na nossa vida, e sim como algo natural.

Este processo ocorre com todos os seres vivos e , no caso dos seres humanos, atinge diferentes áreas como as biológicas, cognitivas, psicológicas e físicas. 

Os avanços médicos e melhorias sanitárias proporcionaram, ao longo dos anos, a erradicação ou o tratamento para muitas patologias oriundas do envelhecimento, mas ainda não inventaram a pílula definitiva da juventude.

Algo que já se tem como certo e comprovado é que a prática de exercícios físicos, tais como o método Pilates, é um desses avanços que, associados a terapias medicamentosas ou outros tratamentos, auxilia na manutenção da autonomia física e independência dos idosos. 

O que é autonomia funcional?

A realização de tarefas do cotidiano com o maior grau de independência possível é uma das características da chamada autonomia funcional. 

Além disso, o aumento na capacidade para deliberar sobre sua própria vida e a motivação para realização de atividades sociais do dia a dia podem sinalizar para uma boa autonomia funcional na vida de uma pessoa idosa.

Observa-se que a redução da autonomia funcional gera processos degradativos na vida dos idosos que são fisiológicos, biológicos, sociais e principalmente psicológicos. É comum que ocorra casos de depressão neste período da vida, em decorrência da diminuição de tal autonomia.

O que contribui para um aumento da autonomia funcional, além da prática da atividade física, são os hábitos saudáveis relacionados à alimentação, regulação do sono e controle de enfermidades através de exames constantes.

Com o declínio de capacidades físicas relacionadas à capacidade funcional tais como a força, a flexibilidade, o equilíbrio e a capacidade respiratória, muitos idosos acabam tendo sua qualidade de vida alterada, levando-os ao afastamento social e maior dependência de familiares.

É possível atingir a autonomia funcional através do Pilates?

A resposta é: com certeza! O método Pilates tem se revelado como uma boa estratégia para quem deseja alcançar longevidade, com qualidade de vida. O Pilates é um exercício físico de baixo impacto que melhora significativamente o condicionamento aeróbico, a flexibilidade e o tônus muscular.

Além de se apresentar como uma atividade física regular sem contraindicações, a prática do Pilates reduz a incidência de quedas e riscos de fraturas. E também promove socialização, pois costuma ser praticado em grupo.

Os exercícios de pilates trabalham basicamente a resistência, alongamento dinâmico, respiração e controle corporal. Como exige concentração para a execução dos exercícios, também acaba por trabalhar a parte cognitiva.

Benefícios do Pilates para idosos

Se você chegou até aqui, caro leitor, já sabe que o método Pilates proporciona benefícios como flexibilidade, aprimoramento postural e muito mais. Mas não pára por aí, os benefícios do Pilates para idosos são fundamentais para garantir a execução de atividades diárias que exigem equilíbrio dinâmico e força muscular.

Alguns dos ganhos como o fortalecimento e a flexibilidade dos músculos do centro do corpo são responsáveis pela estabilização corporal durante tais atividades, o que gera até melhoria no reflexo do praticante de Pilates.

O Pilates como atividade física:

Pilates para idosos
  • Promove o reforço do centro de força;
  • Melhora a força;
  • Melhora a resistência;
  • Aumenta a flexibilidade;
  • Melhora a estabilidade postural;
  • Melhora o desempenho motor.

A capacidade de executar tarefas cotidianas depende do processo delicado de captação e interpretação dos estímulos sensoriais. Este processo pode ser afetado pelo envelhecimento, causando limitações no desenvolvimento motor. 

Para amenizar os resultados desse processo, a prática regular do Pilates é muito indicada por médicos geriatras e de diversas especialidades que vêem no método uma possibilidade de recuperação ou aumento da autonomia funcional dos idosos.

Estudos comprovam que o método Pilates oferece também maior mobilidade da coluna vertebral, articulações, propriocepção, equilíbrio e coordenação, que são qualidades essenciais para garantir o desempenho autônomo das atividades diárias, de forma mais independente possível.

É importante uma avaliação cuidadosa e criteriosa a partir do profissional, que deve ser graduado em Educação Física ou Fisioterapia, e que irá conduzir a prática no intuito de mapear possíveis patologias e queixas do aluno, promovendo uma atividade física direcionada para aspectos individuais.

Nosso estúdio é equipado com os mais recentes aparelhos, em ambiente totalmente seguro e agradável para a prática do pilates. Além dos profissionais dedicados e qualificados que estão ansiosos para promover saúde e bem estar.

Venha conhecer o local e agendar sua aula para fazer do envelhecimento um momento especial de mais cuidado e autoconhecimento, mantendo essa incrível máquina que é o corpo humano com funcionamento a todo vapor.

Leia também sobre os efeitos da prática do pilates na saúde de idosos

Posts Populares

O Vila Madá

O Pilates Vila Madá está em atividade desde 2007 e foi totalmente planejado para oferecer um atendimento diferenciado. Com ambientes amplos, modernos e bem equipados, o local conta com profissionais extremamente capacitados para lidar com cada aluno de forma individual e personalizada.

Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência.