Blog Madá

A história do revolucionário método Pilates

Joseph Hubertus Pilates (1883-1967) nasceu na Alemanha. Foi um garoto raquítico e frágil, que sofria com a bronquite e outras enfermidades.  No entanto, desde cedo se interessava pelos limites do corpo e as possibilidades de como ele poderia superar as doenças que o acometiam. O menino cresceu e desenvolveu o próprio método de exercícios, com objetivo de aprimorar sua flexibilidade, força, equilíbrio e consciência corporal.

Antes de se mudar para Nova Iorque e fundar seu primeiro estúdio, Joseph Pilates estudou medicina tradicional e chinesa e trabalhou como enfermeiro. Também atuou como boxeador e treinador de defesa pessoal na Scotland Yard, polícia civil inglesa.

Quando finalmente formulou todo o seu conhecimento, em 1926 lançou o Método Pilates, nos Estados Unidos, com foco no público de bailarinas que desejavam se condicionar fisicamente ou tratar lesões. O método se difundiu entre as mais conceituadas academias de dança e ainda hoje, é uma excelente prática para quem precisa trabalhar a consciência dos movimentos. 

O que é o método Pilates

É uma forma de exercício que permite o desenvolvimento completo do corpo, com a ajuda de aparelhos ou não. Estes exercícios são ideais para o fortalecimento, condicionamento e prevenção de lesões musculares e podem ser feitos em casa, sempre com a supervisão de profissional qualificado.

O método se baseia em 6 princípios básicos que norteiam a execução dos exercícios, vamos a eles?

Princípio 1 – Respiração

Através da respiração diafragmática, Joseph Pilates concluiu que o tronco permanece organizado durante o exercício de maneira a facilitar o fluxo energético e aumentar o potencial de resistência do indivíduo.

É o que propicia uma boa distribuição de forças entre os músculos que trabalham na respiração, assoalho pélvico e transversos do tórax, auxiliando no controle da postura e também, evitando nódulos de tensão na região lombar.

Princípio 2 – Contrologia 

Para promover a estabilidade do corpo, auxiliando também na fluidez energética e na execução dos exercícios, é preciso desenvolver o controle de toda a musculatura do centro do corpo, como abdômen, diafragma, grande dorsal e serrátil e assoalho pélvico.

Através do alongamento axial aliado ao controle do centro, o corpo ganha estabilidade para que os movimentos sejam corretamente executados, até as extremidades.

Princípio 3 – Precisão

Este princípio se relaciona ao alinhamento da cintura escapular e coluna, objetivando o equilíbrio e a flexibilidade, distribuindo as tensões por todo o corpo.

Com isso, os pulmões ficam desbloqueados para que o princípio 1 (respiração) e o fluxo energético fluam por todo o corpo, durante a prática do exercício.

Princípio 4 – Centramento

Para prevenir desequilíbrios nesta região e consequentemente a movimentação equivocada dos segmentos dependentes da estabilização corporal, é necessário organizar as articulações da coluna vertebral.

Princípio 5 – Concentração

A concentração em todos os momentos de execução do exercício proporciona o alinhamento e a descarga do peso nas extremidades, a atenção à respiração, o condicionamento com relação à organização do centro e da coluna vertebral e a precisão dos movimentos.

A concentração representa a reunião dos outros quatro princípios na execução dos exercícios do método Pilates.

Princípio 6 – Fluidez de movimentos

Na prática deste princípio, haverá a segmentação de todo o aprendizado motor, através da conexão de todos os benefícios obtidos pela execução padronizada dos movimentos. Isto resulta na fluidez dos movimentos.

É possível obter essa fluidez também na relação de confiança entre o instrutor e o aluno, de forma que o aprendizado e a propriocepção dos movimentos se torne natural para o aprendiz.

Benefícios do método Pilates

O método Pilates é capaz de auxiliar a funcionalidade do paciente para as suas atividades da vida diária, além de melhora significativa na sua qualidade de vida. Também é muito eficiente na prevenção de doenças relacionadas à obesidade e ao sedentarismo, como disfunções coronarianas e hipertensão.

Como condicionador físico, o Pilates promove força muscular e fortalecimento do sistema respiratório. Os benefícios refletem de forma sistêmica na saúde do praticante, através da estimulação e oxigenação sanguínea.

Sem falar nas melhorias de cunho psicológico que o método sustenta, uma vez que, através da respiração, é possível desenvolver técnicas de controle emocional. O Pilates é uma prática democrática, acessível para crianças a partir dos 12 anos, jovens, adultos e idosos, além de atletas, bailarinos e pessoas que desejam melhorar seu desempenho em algum outro esporte.

Alguns outros benefícios que a prática do Pilates pode trazer são:

  • Redução de dores crônicas e tensões; 
  • Correção postural; 
  • Mobilidade articular, flexibilidade e relaxamento muscular; 
  • Ganho de consciência corporal; 
  • Equilíbrio; 
  • Aprimoramento da coordenação motora; 
  • Fortalecimento dos órgãos internos;
  • Emagrecimento.

É importante lembrar que o método Pilates não possui contraindicação, no entanto o especialista, através de análise detalhada e individualizada, deve prescrever exercícios adaptados para as limitações e necessidades de cada aluno.

O método Pilates hoje em dia

A popularidade crescente do método Pilates é evidenciada pela quantidade massiva de praticantes, pela sua abordagem diferenciada. Estima-se que mais de quinze milhões de pessoas praticam Pilates em todo o mundo.

O Pilates faz muito sucesso entre o público da terceira idade. Isto acontece porque o método propõe atividade de baixo impacto e adaptável aos limites do corpo de cada aluno.

Estima-se que 17,3% dos idosos no Brasil ampliaram as suas habilidades em atividades corriqueiras com a prática do Pilates, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS).

A prática do Pilates vem se mostrando, ao longo da história, cada vez mais eficaz na prevenção de doenças e na manutenção da qualidade de vida. O que você está esperando para começar suas aulas de Pilates?

Leia também sobre como cuidar da sua saúde mental com o Pilates

Posts Populares

O Vila Madá

O Pilates Vila Madá está em atividade desde 2007 e foi totalmente planejado para oferecer um atendimento diferenciado. Com ambientes amplos, modernos e bem equipados, o local conta com profissionais extremamente capacitados para lidar com cada aluno de forma individual e personalizada.

Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência.