Blog Madá

treinamento funcional

Treinamento funcional: conheça as vantagens desse treino que pode deixar o seu corpo definido de uma vez por todas

O treinamento funcional vem conquistando espaço nas academias. O seu grande diferencial parece ser a forma de aplicação personalizada, auxiliando as pessoas a atingirem o condicionamento físico que desejam, tanto para a execução das funções cotidianas, como também como preparação para esportes específicos.

Engana-se quem pensa que essa metodologia de treino é recente. De acordo com especialistas, o esse método teve sua origem com os profissionais da área de fisioterapia. Eles foram os pioneiros no uso de exercícios que simulavam o que os pacientes faziam no seu dia-a-dia, para uma reabilitação breve às suas funções habituais após uma lesão ou cirurgia.

Mas afinal, o que é o treinamento funcional?

O treinamento funcional consiste na melhoria de aspectos neurológicos que conduzem a capacidade funcional do corpo humano através de exercícios que estimulam diferentes componentes do sistema nervoso.

Os movimentos funcionais são associados, multiplanares e abrangem redução, estabilização e produção de força. Podem ser realizados diversos planos de treino que envolvem diversas ações musculares (excêntrica, concêntrica e isométrica). 

Isso significa que esse treino trabalha movimentos e não músculos isolados, envolvendo todas as capacidades físicas, tais como: equilíbrio, força, flexibilidade, velocidade, coordenação e resistência.

O treinamento funcional é uma excelente opção para quem deseja um condicionamento físico ideal para o desenvolvimento das atividades da vida diária, assim como para aqueles que sonham com um corpo sequinho e definido, substituindo a massa gorda por músculos.

Objetivos desse treino

treino funcional
treino funcional

O foco do treinamento funcional não é o desenvolvimento muscular, de maneira isolada. Mas sim, a produção de movimentos pelo praticante de maneira eficiente, trabalhando assim os grupos musculares como um todo.

O principal objetivo é promover o resgate de aptidão pessoal, independente do grau de condição física. Ou seja, a proposta do treinamento funcional é fazer uso das capacidades físicas do indivíduo, aprimorando-as.

A metodologia do treinamento funcional  aproxima-se dos movimentos reais, abrangendo as conexões entre eles, de modo a atender os atender o princípio da especificidade que é o enfoque da musculação.

Falando nisso, é possível proporcionar resultados em termos de ganho de massa muscular e força, muito almejados na musculação. Vamos observar alguns aspectos que diferenciam o treinamento funcional da musculação, exaltando vantagens e desvantagens.

Musculação x Treinamento funcional

Uma das características do treinamento funcional é a liberdade de execução dos movimentos, que podem ser executados em diversas magnitudes, sobretudo se comparados aos exercícios de musculação tradicional.

A literatura acadêmica aponta o treinamento funcional como flexível e ilimitado, apresentando possibilidades de adaptações com planos específicos. 

Já a musculação propicia hipertrofia muscular e ganho de força, com a possibilidade de isolar grupos musculares. Sem um direcionamento adequado, a prática da musculação pode gerar lesões e desequilíbrio estético.

O treinamento funcional também é capaz de proporcionar força, além de equilíbrio, condicionamento físico e agilidade. A variação de ambientes e séries possibilita o trabalho do corpo todo e a hipertrofia muscular pode demorar de aparecer como resultado, mas não atrofia de maneira alguma os grupos musculares.

Benefícios do treinamento funcional

Estudiosos concluíram que é possível associar esse método ao treinamento resistido, explorando os benefícios de cada metodologia, adicionando vocabulário motor do aluno ou atleta. No entanto, podemos perceber que o treinamento funcional vem conquistando a cada dia mais adeptos devido os desafios propostos.

Alguns desses benefícios são o ganho de propriocepção corporal e o fortalecimento do core, além dos que vamos elencar a seguir:

  • Força 

A força é vista como a capacidade do corpo de produzir tensão interna e oferecer resistência contra qualquer força externa. No treinamento funcional, a força é desenvolvida como a capacidade de superar uma resistência ou agir contra ela pela atividade muscular, muitas vezes usando o peso do próprio corpo.

  • Flexibilidade

O aumento da flexibilidade e da capacidade de realizar movimentos em amplitudes normais é assegurada pela prática de treinamento funcional.

É comum que ocorram tensões musculares, distensões e rupturas em outros esportes, devido a movimentos repetidos e de amplitude limitada.

Com o aumento progressivo da flexibilidade, ocorre o alongamento dos músculos, o que diminui a tensão e auxilia na prevenção de lesões.

  • Equilíbrio

O equilíbrio é o processo de manter o centro de gravidade como base de suporte do corpo. A posição do corpo em relação à gravidade e ao ambiente ao redor, os impulsos visuais, vestibulares e somatossensoriais são elementos do equilíbrio que costumam ser trabalhados no treinamento funcional. 

Podemos explicar tais elementos assim:

Visuais: orientam os olhos e a cabeça em relação aos objetos ao redor;

b) Somatossensoriais: fornecem informações em relação à orientação entre as partes do corpo e entre o corpo e a superfície suporte;

c) Impulsos vestibulares: suprem informações que medem acelerações gravitacionais, lineares e angulares da cabeça no espaço, sendo este o que menos participa na manutenção do equilíbrio em relação aos impulsos visuais e somatossensoriais.

  • Velocidade de Potência

Este é um benefício que o treino funcional desenvolve, aliado à força. Trata-se da habilidade de utilizar a força de maneira rápida e eficaz, aliada à velocidade.

Todas as funcionalidades descritas acima sempre estiveram presentes na evolução humana. Sempre houve a necessidade de realizar com eficiência as tarefas cotidianas para garantir a sobrevivência em situações adversas. 

Desta forma, o treinamento funcional representa uma metodologia de condicionamento físico baseada e ampara cientificamente e por pesquisas, cuja essência está fundamentada no progresso da capacidade funcional do corpo humano.

O que nos leva a concluir que além de oferecer um corpo saudável e tonificado, pode gerar adaptações positivas ao organismo do praticante, sem que ele tenha seus músculos atrofiados, possibilitando ao praticante melhor qualidade de vida.

Confira também a nossa postagem sobre os efeitos do treino funcional no tratamento de transtornos psicológicos.

Posts Populares

O Vila Madá

O Pilates Vila Madá está em atividade desde 2007 e foi totalmente planejado para oferecer um atendimento diferenciado. Com ambientes amplos, modernos e bem equipados, o local conta com profissionais extremamente capacitados para lidar com cada aluno de forma individual e personalizada.

Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência.